J/ JACK, SAMURAI JACK
Série de animação - televisão/Cartoon Network
Estados Unidos
criada por Genndy Tartakovsky
2001 - 2004 (4 séries)
Do mesmo criador de  Dexter’s Laboratory, outra série de animação que de algum modo também marcou a minha pré-adolescência, Samurai Jack foi para mim uma surpresa neste mundo dos desenhos animados. Numa altura em que os meus gostos televisivos estavam a mudar, esta foi a série que me ajudou a perceber que a animação pode ser mais interessante que uma série de movimentos coloridos e sonoplastia histérica reservada a crianças.
 Aliás, as séries de Samurai Jack não podiam estar mais longe disso.
Marcadas por uma sonoplastia discreta mas eficaz - existem episódios extremamente silenciosos, quase contemplativos - e um artwork bastante refinado - com a utilização de paletas cromáticas inteligentes e por vezes pouco saturadas e baseadas em ilustrações acrílicas - as séries de Samurai Jack souberam criar o paradigma da animação mais comercial, do Cartoon Network, e foram até reposicionadas como entretenimento para adultos, em 2008.
A narrativa da série baseia-se no antigo e recorrente mito da luta do bem contra o mal. A série começa no Japão feudal, sendo o príncipe Jack quem encarna o bem e Aku, o demónio-dragão, a personagem que representa o mal. 
No entanto, em vez de partir para clichés relacionados com orientalismos na representação pictórica e no desenvolvimento da história, a série aposta num eclectismo a nível de cenários, situações e personagens (desde um escocês com mudanças de humor bruscas ao próprio Minotauro).


O mundo de Jack é um mundo onde a tecnologia se tornou tão avançada que por vezes se confunde com magia ( um pouco como a terceira lei enunciada pelo autor Arthur C. Clarke “Any sufficiently advanced technology is indistinguishable from magic.”). Coabitando com este mundo altamente avançado existem figuras mitológicas/divinas como Odin ou Zeus.
As séries foram premiadas com cinco prémios Emmy e foram criadas adaptações para jogos e livros de banda-desenhada. Existem também muitas criações - montagens, vídeos, ilustrações - à volta da série feitas por fãs e partilhas em redes como o deviantart.

J/ JACK, SAMURAI JACK

Série de animação - televisão/Cartoon Network

Estados Unidos

criada por Genndy Tartakovsky

2001 - 2004 (4 séries)

Do mesmo criador de  Dexter’s Laboratory, outra série de animação que de algum modo também marcou a minha pré-adolescência, Samurai Jack foi para mim uma surpresa neste mundo dos desenhos animados. Numa altura em que os meus gostos televisivos estavam a mudar, esta foi a série que me ajudou a perceber que a animação pode ser mais interessante que uma série de movimentos coloridos e sonoplastia histérica reservada a crianças.

 Aliás, as séries de Samurai Jack não podiam estar mais longe disso.

Marcadas por uma sonoplastia discreta mas eficaz - existem episódios extremamente silenciosos, quase contemplativos - e um artwork bastante refinado - com a utilização de paletas cromáticas inteligentes e por vezes pouco saturadas e baseadas em ilustrações acrílicas - as séries de Samurai Jack souberam criar o paradigma da animação mais comercial, do Cartoon Network, e foram até reposicionadas como entretenimento para adultos, em 2008.

A narrativa da série baseia-se no antigo e recorrente mito da luta do bem contra o mal. A série começa no Japão feudal, sendo o príncipe Jack quem encarna o bem e Aku, o demónio-dragão, a personagem que representa o mal.Aku and Jack 

No entanto, em vez de partir para clichés relacionados com orientalismos na representação pictórica e no desenvolvimento da história, a série aposta num eclectismo a nível de cenários, situações e personagens (desde um escocês com mudanças de humor bruscas ao próprio Minotauro).

Scottsman

Minotauro

O mundo de Jack é um mundo onde a tecnologia se tornou tão avançada que por vezes se confunde com magia ( um pouco como a terceira lei enunciada pelo autor Arthur C. Clarke “Any sufficiently advanced technology is indistinguishable from magic.”). Coabitando com este mundo altamente avançado existem figuras mitológicas/divinas como Odin ou Zeus.

As séries foram premiadas com cinco prémios Emmy e foram criadas adaptações para jogos e livros de banda-desenhada. Existem também muitas criações - montagens, vídeos, ilustrações - à volta da série feitas por fãs e partilhas em redes como o deviantart.


J/ JACK, SAMURAI JACK
Série de animação - televisão/Cartoon Network
Estados Unidos
criada por Genndy Tartakovsky
2001 - 2004 (4 séries)
Do mesmo criador de  Dexter’s Laboratory, outra série de animação que de algum modo também marcou a minha pré-adolescência, Samurai Jack foi para mim uma surpresa neste mundo dos desenhos animados. Numa altura em que os meus gostos televisivos estavam a mudar, esta foi a série que me ajudou a perceber que a animação pode ser mais interessante que uma série de movimentos coloridos e sonoplastia histérica reservada a crianças.
 Aliás, as séries de Samurai Jack não podiam estar mais longe disso.
Marcadas por uma sonoplastia discreta mas eficaz - existem episódios extremamente silenciosos, quase contemplativos - e um artwork bastante refinado - com a utilização de paletas cromáticas inteligentes e por vezes pouco saturadas e baseadas em ilustrações acrílicas - as séries de Samurai Jack souberam criar o paradigma da animação mais comercial, do Cartoon Network, e foram até reposicionadas como entretenimento para adultos, em 2008.
A narrativa da série baseia-se no antigo e recorrente mito da luta do bem contra o mal. A série começa no Japão feudal, sendo o príncipe Jack quem encarna o bem e Aku, o demónio-dragão, a personagem que representa o mal. 
No entanto, em vez de partir para clichés relacionados com orientalismos na representação pictórica e no desenvolvimento da história, a série aposta num eclectismo a nível de cenários, situações e personagens (desde um escocês com mudanças de humor bruscas ao próprio Minotauro).


O mundo de Jack é um mundo onde a tecnologia se tornou tão avançada que por vezes se confunde com magia ( um pouco como a terceira lei enunciada pelo autor Arthur C. Clarke “Any sufficiently advanced technology is indistinguishable from magic.”). Coabitando com este mundo altamente avançado existem figuras mitológicas/divinas como Odin ou Zeus.
As séries foram premiadas com cinco prémios Emmy e foram criadas adaptações para jogos e livros de banda-desenhada. Existem também muitas criações - montagens, vídeos, ilustrações - à volta da série feitas por fãs e partilhas em redes como o deviantart.

J/ JACK, SAMURAI JACK

Série de animação - televisão/Cartoon Network

Estados Unidos

criada por Genndy Tartakovsky

2001 - 2004 (4 séries)

Do mesmo criador de  Dexter’s Laboratory, outra série de animação que de algum modo também marcou a minha pré-adolescência, Samurai Jack foi para mim uma surpresa neste mundo dos desenhos animados. Numa altura em que os meus gostos televisivos estavam a mudar, esta foi a série que me ajudou a perceber que a animação pode ser mais interessante que uma série de movimentos coloridos e sonoplastia histérica reservada a crianças.

 Aliás, as séries de Samurai Jack não podiam estar mais longe disso.

Marcadas por uma sonoplastia discreta mas eficaz - existem episódios extremamente silenciosos, quase contemplativos - e um artwork bastante refinado - com a utilização de paletas cromáticas inteligentes e por vezes pouco saturadas e baseadas em ilustrações acrílicas - as séries de Samurai Jack souberam criar o paradigma da animação mais comercial, do Cartoon Network, e foram até reposicionadas como entretenimento para adultos, em 2008.

A narrativa da série baseia-se no antigo e recorrente mito da luta do bem contra o mal. A série começa no Japão feudal, sendo o príncipe Jack quem encarna o bem e Aku, o demónio-dragão, a personagem que representa o mal.Aku and Jack 

No entanto, em vez de partir para clichés relacionados com orientalismos na representação pictórica e no desenvolvimento da história, a série aposta num eclectismo a nível de cenários, situações e personagens (desde um escocês com mudanças de humor bruscas ao próprio Minotauro).

Scottsman

Minotauro

O mundo de Jack é um mundo onde a tecnologia se tornou tão avançada que por vezes se confunde com magia ( um pouco como a terceira lei enunciada pelo autor Arthur C. Clarke “Any sufficiently advanced technology is indistinguishable from magic.”). Coabitando com este mundo altamente avançado existem figuras mitológicas/divinas como Odin ou Zeus.

As séries foram premiadas com cinco prémios Emmy e foram criadas adaptações para jogos e livros de banda-desenhada. Existem também muitas criações - montagens, vídeos, ilustrações - à volta da série feitas por fãs e partilhas em redes como o deviantart.


Posted 3 years ago View high resolution

About:

26 escolhas e o seu respectivo suporte teórico.
2011